quarta-feira, 7 de julho de 2010

Entrevista com o ViViD antes do Japan Expo



Apesar da banda ter se formado em 2009, oViViD já alcançou um sucesso surpreendente na cena visual kei com uma imaginativa, mas ao mesmo tempo fundamentada abordagem musical. O JaME teve a chance de conhecer a banda através de uma curta entrevista por e-mail antes de sua estréia no exterior no Japan Expo, em Paris, França, em 3 de julho. Os membros do ViViD explicaram como começaram, seu conceito e o que esperam alcançar durante a sua carreira.



Como vocês escolheram o nome ViViD? Existe algum significado especial por trás dele?

Ko-ki: Quando nós pensamos sobre o nome da banda, pensamos de repente no mesmo nome. Nós queremos continuar brilhando nesta cena, então decidimos por esse nome.


Vocês poderiam explicar o conceito da banda para aqueles que ainda não estão familiarizados com o ViViD?

Reno: Nós somos uma banda que toca vários tipos de música em qualquer gênero. Resumidamente, nós tocamos uma mistura melódica de rock.


Como o ViViD foi formado? Como vocês se conheceram?

Ryouga: Primeiro, IV convidou o Ko-ki, que ele conheceu em uma casa de shows, então, os dois convidaram Reno e eu, e por último Shin se juntou a nós no momento certo, então nós nos tornamos o que vocês podem ver agora.


Como o ViViD entrou para o selo Indie da PSC?

IV: Quando Ko-ki e eu tocamos antes no ZiL, eles prestaram atenção na gente, e nós decidimos entrar.


O ViViD só começou em 2009, mas já alcançou grande sucesso. O que vocês acham disso?

Ko-ki: Honestamente falando, não estamos satisfeitos, mas eu acho que é porque nós estamos tocando com membros confiáveis.


O estilo de vocês varia do quieto obscuro para o brilhante e alegre. Pessoalmente, qual o seu favorito?

Shin: Eu pretendo ser um vocalista que possa cantar de tudo, então este é o meu estilo.


Por que vocês escolheram o gênero visual kei? Vocês sempre tiveram paixão por este tipo de música?

Shin: Eu escolhi esse gênero porque as formas de expressão são infinitas.


Que tipo de música influenciou vocês, japonesas e estrangeiras?

Reno: Eu fui influenciado por Steve Vai, Gary Moore e Eric Clapton. Eles são as pessoas que mais me influenciaram como guitarrista.


Para os seus PVs, photo shoots e assim por diante, vocês fazem as suas próprias roupas?

Ryouga: Nós pedimos para o nosso estilista que faça roupas que combinem com o tema em questão e o que os membros querem vestir.


Quais são as suas marcas favoritas?

Shin: 5351, BUFFALO BOBS, FUGA.
Ryouga: Roen, FUGA.
IV : MilkBoy, JoyRich, SPX.
Ko-ki: adidas.


De onde vocês tiram inspiração, tanto musical quanto visualmente? Como vocês costumam escrever as músicas?

IV: Eu tento escutar músicas que não escuto normalmente. Eu componho usando o DTM (Desktop Music) ou componho com um computador, instrumentos elétricos e MIDI.


Vocês podem recomendar uma música para que os nossos leitores tenham uma noção do estilo do ViViD?

Ko-ki: Across the border!


Seu single mais recente, Across the border, tem um título muito sugestivo. Qual o significado por trás disso?

Shin: Nós vamos quebrar as paredes.


O seu próximo single, Precious, está programado pra ser lançado logo. Que tipo de sentimento vocês estão esperando transmitir com este lançamento?

Reno: Nós queremos enviar nossos pensamentos aos nossos fãs através de nossas letras e músicas.


O ViViD tocará no Japan Expo. Esta é a sua primeira vez no exterior como uma banda. Vocês estão ansiosos para tocar para o público estrangeiro?

Ryouga: Eu acho que seremos capazes de fazer um grande show. Nós ficaremos animados e tocaremos com nossos corações.


Vocês planejam algo para quando chegarem à França?

IV: Eu quero tirar fotos.


Tem algum outro país em que vocês gostariam de tocar?

Ko-ki: América!


O que vocês acham da popularidade do visual kei no exterior?

Shin: Eu estou feliz que o visual kei esteja sendo aceito em todo o mundo.


Se vocês pudessem falar alguma coisa para os fãs estrangeiros sobre o visual kei, o que seria?

Reno: O visual kei não é um gênero musical, porque nós tocaremos qualquer gênero.


Vocês têm algum conselho para os músicos interessados no estilo do ViViD?

Ryouga: Nós podemos não dizer coisas grandiosas, mas se você persistir no que você quer fazer e continuar praticando, eu acho que poderá conseguir bons resultados.


Tem algum tipo de música que vocês gostariam de tentar no futuro?

IV: Nós estamos fazendo agora o que queremos fazer.


Existem questões que vocês gostariam de resolver através da sua música?

Ko-ki: Shows por todo o mundo!



Quais são seus planos para o futuro do ViViD?

Shin: Nós queremos fazer um show no Nippon Budokan algum dia.


Vocês podem, por favor, deixar uma mensagem aos nossos leitores?

Shin: Eu amo vocês.


JaME Brasil

Site Oficial



Nenhum comentário: