domingo, 30 de maio de 2010

MIYAVI


MIYAVI



Iniciando sua carreira na banda Dué le quartz, MIYAVI (em japonês-MIYAVI-) é um artista com bastante confiança em si e em seus diversos talentos: letras belas e trágicas, paixão por visuais diferenciados e uma sonoridade única.

Como músico miyavi já provou que gosta de experimentar e que não há muralhas instranponíveis em sua carreira - suas composições englobam uma grande variedade de gêneros, do pop ao rock. Um guitarrista talentoso e um cantor interessante, miyavi também mostra traços de um rock star; tocar e brincar com sua audiência são dois dos seus grandes interesses. Apesar de sua conduta aparentar ser um pouco louca às vezes, o trabalho desse artista não deve ser subestimado.




BIOGRAFIA

miyavi iniciou sua carreira com o pseudônimo de Miyabi na banda Dué le quartz. Logo cedo o músico foi notado, não apenas por ter sido o compositor da grande maioria das músicas da banda e por tocar muito bem guitarra, mas também pela sua pose de rock star.

Sua carreira solo iniciou-se com a abertura de seu site oficial logo após do término de Dué le quartz em 2002. De certa maneira, sua continuidade na indústria musical parecia o mais natural, já que ele ainda havia muito para oferecer. Nesse período, o artista mudou a escrita do seu nome para miyavi (em japonês, Miyavi e Miyabi são pronunciados da mesma maneira, apesar de serem escritos de forma diferente) e pediu aos seus fãs que adotassem esse novo pseudônimo quando se referissem a sua carreira solo, que de acordo com ele, combinava mais consigo. Apesar de tudo, Miyabi se declarou bastante grato ao Dué le quartz, chegando até a tatuar o nome da banda em sua mão.

Sua carreira como artista solo começou de verdade com o lançamento do seu primeiro álbum, Gagaku, em 2002, bastante dark e experimental. O estilo dos singles seguintes variaram bastante, de pop a rock para alguns com sonoridade bastante única. Parecia que miyavi tinha uma enorme vontade de concretizar todas as idéias que ele havia tido durante seus anos como músico e agora ele finalmente tinha a chance. Nos dois anos seguintes, o músico lançou 4 singles e mais 1 álbum. Nesse momento, miyavi passou a gravar todos os instrumentos para suas composições em seus lançamentos e obviamente continou a tomar conta dos vocais também.

Em novembro de 2004, miyavi assinou um contrato com a Universal Music, se tornando major dois anos após ter começado sua carreira como um artista indie da PS Company (com a qual ele ainda mantém vínculos). Nessa época, o artista também inventou um novo apelido para si mesmo, MYV, assim como mudou totalmente sua aparência. Em sua estréia como major ele lançou o single Rock no Gyakushuu -super star no jouken- / 21sekikei Koushinkyoku, que iniciou uma série de multiplas versões para cada lançamento.

No verão de 2005, miyavi lançou o álbum miyavi - miyavizm –shugi. Nessa época, o artista solo percebeu que não conseguia fazer tudo sozinho e começou a contar com a colaboração de outros músicos tocando os instrumentos, com excessão da guitarra, durante as sessões de gravação. Já no fim desse ano, miyavi, sem medo de arriscar, começou com uma série de lançamentos bastante diferentes do que ele havia produzido até então, tal como Kekkonshiki no uta / Are you ready to ROCK? e seus trabalhos com o MYV*POPS. De uma salsa apimentada em Señor Señora Señorita passando por um jazz animado em Gigpig Boogie, os trabalhos de miyavi apresentavam uma sonoridade bastante diversificada, sem perder também os usuais elementos de pop e rock.

No final de 2006, miyavi participou de um show beneficente pela UNICEF e já em 2007 realizou seu primeiro show nos Estados Unidos, em Las Vegas no dia 17 de fevereiro. Em maio desse ano, o músico apareceu com a banda S.K.I.N pela primeira vez no Jrock Revolution e realizou um show com a banda no evento Animexpo na Califórnia em junho. Com o lançamento do álbum 7 Samurai Sessions -We're Kavki Boiz- em julho, miyavi adicinou um novo elemento à sua carreira: o grupo Kavki Boiz, que acompanha o artista fazendo perfomances de dança e adicionando uma pitada de hip-hop à sua sonoridade.

Já o ano de 2008 começou bastante agitado para miyavi, com o lançamento do seu single em parceria com Sugizo, Hi no Hikari Sae Todokanai Kono Basho de, em janeiro. Em março foi lançado o álbum This Iz The Japanese Kabuki Rock e anunciado a turnê mundial do artista, This Iz The Japanese Kabuki Rock Tour 2008, com shows progamados no Japão, Alemanha, Inglaterra, França, Finlândia, Taiwan, Suécia, Espanha, Holanda, China, Coréia do Sul e no Brasil.

Podemos antecipar muito deste único e talentoso artista que apesar de estar no cenário musical a quase 10 anos, ainda tem muito a oferecer para seus fãs!



PERFIL


-MIYAVI-


Nome Verdadeiro: Ishihara Takamasa

Apelidos: -miyavi-, Miyavi, Miyabi, MYV, 382 (kanji, pode ser lido como Mi-Ya-Bi), Miyaji, Miyao

Data de Nascimento: 14/09/1981

Local: Osaka, Japão

Altura: 185 cm

Tipo Sanguineo: AB (segundo ele ABC)

Signo: Virgem

Cor: Rosa e Preto

Guitarras: Gibson J-45 (1956) / National Style-O ()/ Rainsong JM1000 / YAMAHA FG-2500 (1971) Fender Bass6 (1959) / Taylor T-5 / Killer Flying-Y (original)/ Dragon fly 4 S.K.I.N (original)





Curiosidades

- Ele alega que seu artista favorito é ele mesmo.
- Admira Toshiya (Dir en grey), Kazuki (Raphael), hide (X JAPAN)
- Diz que não consegue passar 24 horas sem abraçar alguém.
- Queria ser médico antes de tornar-se músico.
- Joga futebol desde o ginásio.
- Durante seu primeiro grande LIVE, bateu os dentes no microfone. Continuou cantando como se nada tivesse acontecido, mas no final disse que doeu tanto que sentiu vontade de chorar.
- Miyavi é pronunciado como "Miyabi" pelos japoneses, pois trocam o v pelo b.

-Suas marcas favoritas são: John Galliano / Dress Camp / Artful Dodger / Betsey Johnson / Room No.382





Fonte:

Wikipedia

JaME Brasil

Site Oficial

Twitter

MySpace

Facebook

Um comentário:

Yasmim disse...

Eu amo o Miyavi ele é mto bom as musicas dele arrazam. Ontem eu vi na loja Hangar non centro em Jundiaí um bóton dele morri por causa daquele bóton era o último tinha q ser meu. Rsrsrs