domingo, 25 de abril de 2010

Kaya

Kaya

Os fãs de visual kei irão se lembrar da voz clara e poderosa de Kaya na época em que era vocalista da dupla electro Schwarz Stein. De acordo com ele, seu nome significa "o kanryoubinka (um pássaro mítico que vive no paraíso) que canta à noite".

Desde 2006 ele trabalha como artista solo e, enquanto algumas de suas músicas ainda são escritas por seu companheiro de banda Hora, ele também contou com os serviços de outros compositores, como Kalm (ex-Velvet Eden). Ele tem como objetivo expressar um mundo decadente e estético que transcende as barreiras de gênero e sexo e, mantendo esse conceito, experimenta com diferentes estilos, como pop, dance, darkwave, jazz, canções e músicas tradicionais japonesas. Ele escreve todas as letras de suas músicas, e seus versos imaginativos, muitas vezes surpreendentemente obscuros, giram em torno de amor, dor e relacionamentos humanos.

Um cross-dresser conhecido por sua feminilidade, ele sempre aparece no palco com muita maquiagem e em roupas dramáticas. Ele também é um dançarino dedicado, e seus shows, que costumam carregar fortes conotações sexuais, trazem dançarinos suporte e drag queens. Kaya afirma que um de seus ancestrais era um onnagata (ator de kabuki especializado em papéis femininos), coleciona perfumes e é apaixonado por flores, especialmente rosas e flores de cerejeira.

biografia

Kaya começou sua carreira em 1999, como vocalista da banda de Shinkoku Meties, usando o nome Hime. Eles lançaram uma demo tape de duas músicas, Recur to Mind, e a música Gekitsuu no Sora foi incluída em um CD omnibus. Após o fim do Meties, Hime se juntou à banda independente ISOLA como vocalista e letrista. A banda lançou uma demo tape intitulada Over... e o single de duas faixas Egoiste Butterfly.

Em 2001, ele conheceu o tecladista Hora no show de sua banda, Velvet Eden, e, juntos, eles formaram o Rudolf Steiner, mais uma vez com Hime como vocalista e letrista. Diferente da maior parte das bandas visual kei, sua música não contava com nenhum instrumento acústico, sendo completamente eletrônica. A banda lançou duas demo tapes, Perfect Garden e Queen od Decadence, antes de, em 2002, chamarem a atenção de Mana (Moi dix Mois, ex-MALICE MIZER), que os contratou para sua gravadora independente, Midi:Nette, e mudou seu nome para Schwarz Stein. Nessa época Hieme mudou seu nome para Kaya.

Agora arremessados para a popularidade, eles ganharam popularidade rapidamente, tanto na cena visual kei como na cena gótica japonesa, e lançaram dois singles, Queen of Decadence e Current, assim como dois álbuns, New Vogue Children e Artificial Hallucination. Porém, em 2004 a dupla se separou devido a diferenças artísticas.

Apesar da separação, Kaya e Hora permaneceram amigos. Em abril de 2006 eles trabalharam juntos novamente no projeto ANOTHER CELL, e lançaram um álbum, no qual Hora escreveu as músicas e Kaya a maior parte das letras. Além de composições inéditas, ele também contava com versões re-arranjadas de músicas do Rudolf Steiner e do projeto solo de Hora. Em junho de 2006, ANOTHER CELL foi apresentada ao vivo como parte do primeiro show de Kaya como artista solo, ainda que sem Hora, que havia se aposentado dos palcos. O show foi limitado a 400 ingressos, esgotados no primeiro dia.

No mês seguinte Kaya lançou seu primeiro single solo, Kaleidoscope, seguido por um segundo em setembro, Masquerade. Em dezembro, ele lançou seu primeiro álbum, Glitter, e apareceu no festival de três dias Winter Romantic, de KAMIJO (Versailles) e Hitomi (ex-Fatima), junto com bandas como Wizard, UnsraW, HIZAKI grace project e Sugar.

2007 foi um ano movimentado para Kaya. Em fevereiro ele fez seu primeiro show one-man, no Shibuya O-WEST; em abril, lançou o single Ouka Ryouran e se apresentou no evento Shock Wave Vol.1; em julho, lançou o mini-álbum Hyakkiyakou e um quarto single, Camilla, cuja faixa-título foi escrita por HIZAKI (Versailles, HIZAKI grace project), no Halloween. Kaya também acompanhou o Sugar em sua turnê e estrelou como um dos protagonistas junto com os músicos da Sherow Artist Society, KAMIJO, HIZAKI e Juka (ex-Moi dix Mois), no musical rock Node of Scherzo.

Em fevereiro de 2008, Kaya surpreendeu seus fãs com o anúncio de que tinha assinado um contrato major com a Next Music, uma sub-gravadora da Universal, para conseguir uma plataforma maior para promover suas idéias políticas. Em abril, seu primeiro single major, Chocolat, foi lançado, seguido por uma nova versão do álbum Glitter, esgotado, e um DVD ao vivo, Salon de Chocolat, que comemorou seu primeiro show como artista major no Tokyo Cinema Club. Em novembro ele fez sua estréia internacional no Pacific Media Expo, em Los Angeles, Califórnia, onde se apresentou ao vivo e participou de uma sessão de perguntas com os fãs. Em dezembro, Kaya lançou seu segundo single major, Last Snow.

No início de 2009, Kaya mudou seus rumos musicais mais uma vez ao participar de uma turnê que passou por três cidades, intitulada Shinshun Chanson Show. Ele ainda anunciou que seu próximo mini-álbum, Bonjour! Chanson, a ser lançado em fevereiro, irá conter versões cover de conhecidas canções francesas. Em julho lança outro single Ophelia.



Kaya Perfil

vocal

Aniversário: 07/17

Tipo Sanguineo: A


Site Oficial

MySpace

Fonte



domingo, 18 de abril de 2010

-OZ-

-OZ-

Na ativa desde 2004, o grupo -OZ- está entre as bandas que se desenvolvem lentamente. Eles lembram o estilo do D'espairsRay por causa de similaridades entre os conceitos das duas bandas. O estilo da banda é baseado nas composições do guitarrista Tama e do vocalista Natsuki, que também escreve as letras.

Biografia

O -OZ- foi criado em Outubro de 2004 com uma fusão entre duas bandas: o vocalista Natsuki e o gruitarrista Aki do grupo Scare Crow e o guitarrista Tama e o baixista Nao do Gypsy. O baterista Zukki, que fazia parte da banda Usagi se juntou ao grupo mais tarde.

Dois meses depois eles começaram a se apresentar em pequenas casas de shows de Tóquio. Seus dois primeiros maxi-singles foram lançados em Julho, Decay..., e Setembro, and to the End. Ambos os possuíam um título diferente das músicas incluídas, o que se tornaria algo comum nos outros CDs lançados pelo grupo.

A famosa gravadora independente LOOP ASH notou o grupo em 2006 e essa parceria tornou possível o lançamento dos singles, Eve's apple e Adam's apple no fim daquele ano.

Além disso, a música CRY the crime foi incluida como um presente na edição de Dezembro da revista SHOXX. Desde então, o -OZ- ganhou mais popularidade e apesar de seu sucesso ter sido lento, eles não desistiram, com o seu primeiro mini-álbum SIX lançado em Maio de 2007 e seguido por mais um maxi-single intitulado elf que saiu em Outubro. Para a alegria de seus fãs, o -OZ- fez seus primeiros shows one-man em Niigata e Tóquio em 21 e 28 de Dezembro.

No começo de 2008, o grupo lançou os singles ATHENA e SIN que depois foram lançados juntos em Maio em uma nova edição. Para o inverno, a banda preparou o lançamento de outros dois singles, o primeiro deles, Bulk, já saiu em Julho. O segundo single, Spiral será lançado em Setembro. Já em Março de 2009 Março, a banda lançará VENOM; o type A virá com um encarte especial e o type B com um CD extra com uma música bônus. No dia 1º de Abril, DETOX será lançado, e seu type A também virá com um encarte especial, enquanto seu type B virá com um DVD contendo o clipe da faixa-título. Além disso, a banda embarcará em outra turnê one-man, desta vez visitando Niigata, Sendai, Nagoya e Osaka, e o último show será realizado no dia 9 de Maio no Shibuya BOXX, em Tóquio.Em maio lançam seu 1º DVD ao vivo, A FACT OF LIFE 20090218 -Territory TOKYO-, como o título sugere, conterá filmagens do show one-man da banda no Meguro Rockmaykan do dia 18 de fevereiro, num total de 10 faixas.

Em Setembro eles lançam seu 1º álbum VERSUS e que incluirá também um DVD especial. Além disso, também começando em setembro, a banda organizará uma turnê de eventos que cobrirá oito cidade, culminando em um novo one-man, desta vez no Shibuya O-WEST, no dia 28 de dezembro. Já em 2010 irá lançar mais dois single, o primeiro, viridian, sairá no dia 24 de fevereiro, enquanto o outro, wisteria, será lançado no dia 5 de maio. Ainda não se sabe muito sobre nenhum single, mas ambos virão com um DVD diferente cada.


Membros


Vocal: Natsuki

Aniversário: 01/01

Tipo Sanguineo: A


Guitarra: Aki

Aniversário: 12/08

Tipo Sanguineo: A


Guitarra: Tama

Aniversário: 14/29

Tipo Sanguineo: ?


Baixo: Nao

Aniversário: 12/23

Tipo Sanguineo: A


Bateria: Zukki

Aniversário: 04/03

Tipo Sanguineo: AB

Site Oficial

Fonte: Jame World




sexta-feira, 9 de abril de 2010

Biografias - Bandas

Biografias - Bandas

#.

12012


A

Abingdon Boys School

Acid Black Cherry

AILE

Alice Nine

Aliene Ma'riage


B

Black:List

BLOOD

boogieman


C

chariots


D

D

Danger Gang

Deathgaze

DELUHI

Dir en grey

Dué le quartz


E

exist†trace


F


G

Gackt

Galneryus

girugamesh


H


I

Ikimono Gakari


J


K

kagerou

Kagrra

Kaya


L

LuLu

LUNA SEA

Luzmelt

lynch.


M

Matenrou Opera

Megaromania

MIYAVI

MUCC


N

Nega

Nightmare


O

Omnyo-za


P

Phantasmagoria


Q

R


S

Sadie

SCANDAL

SUG

Synside


T

The Gazette

the studs

The Trax


U

UnsraW


V

VAMPS

Versailles -Philharmonic Quintet-

Vidoll


W


X

xTRiPx


Y

Yui

Yutaka Ozaki


Z

Zwei






segunda-feira, 5 de abril de 2010

BLOOD

BLOOD

O BLOOD formou-se em fevereiro de 2002, visando a expressar as emoções humanas através de sua música e, ao mesmo tempo, destruir pré-conceitos, fazendo seu som ser diferente, único.

Apesar das roupas elaboradas - as quais eles mesmos desenham -, e a maquiagem pesada, o BLOOD se considera uma banda gótica mais do que uma banda de Visual Kei, e relutam em classificar sua música num só gênero.

biografia

O BLOOD surgiu em fevereiro de 2002, com Kiwamu na guitarra, Kaede no baixo e DAI nos vocais, e não perdeu tempo para lançar sua primeira demo, morphine, menos de um mês depois.

Em abril de 2002, o BLOOD deu boas-vindas a seu segundo guitarrista, Taichi. Seu primeiro maxi-single, BLOODTYPE foi lançado por pré-venda na internet e foi disponibilizado em lojas apenas alguns dias depois. O primeiro show da banda aconteceu no Nishikujou BRAND NEW em Osaka mais tarde naquele ano. Além disso, o site oficial em inglês da banda foi inaugurado, e Takeshi juntou-se à banda como segundo vocalista.

O ano de 2003 começou com uma série de shows pelo Japão. DAI foi demitido do BLOOD pois não esta levando a sério sua função na banda, e por não contribuir com tempo ou dinheiro para que a banda fosse ouvida pelo Japão e no exterior. Takeshi tomou seu lugar como vocalista principal. Eles fizeram seu primeiro show nos EUA, no evento Gakufest Fanime 2003, em São Francisco, Califórnia, e outro no Anime Expo 2003, em Los Angeles. Isso criou uma forte e fiel base de fãs nos EUA.

Um ano bastante movimentado para o BLOOD, 2004 iniciou com outro show nos EUA, novamente num evento de anime, seguido pelo lançamento de seu primeiro mini-álbum, Blood. Eles fizeram seu primeiro show em Tokyo no Ikebukuro Cyber e, dias depois, Taichi e Takeshi deixaram a banda, e foram rapidamente substituídos por fu-ki. Em abril eles se apresentaram na Europa pela primeir vez, num show esgotado no Glaz'Art em Paris, França. Sua primeira turnê solo pela europa, [Vengeance for BLOOD], levou-os à Alemanha e à França, com uma extensão na Polônia.

Continuando suas atividades internacionais, o BLOOD fez seu primeiro show no México, no TNT9, Cidade do México, como parte da turnê [Vegeance for BLOOD 3]. Depois do lançamento de seu segundo mini-álbum, "VENGEANCE for BLOOD 2, eles mais uma vez viajaram à Europa e depois para o México, para outros 3 shows.

Vengeance for BLOOD 3, o último da trilogia, chegou às lojas em 2006, e o BLOOD concluiu sua extensa série de turnês [Vengeance for BLOOD] com a [Vengeance for BLOOD 9 ~The Last Tour~], que foi anunciada mais cedo naquele ano como sua turnê final antes de um hiatus. No entanto, isso foi apenas uma brincadeira, cortesia de Kiwamu.

Depois de dois anos longe, o BLOOD voltou aos EUA em 2006 para dois shows e mais duas apresentações na Cidade do México. Sua última série conceitual é a [LES FLEURS DU MAL], baseada na poesia do autor francês Charles Baudelaire. Kiwamu abriu a Cure Distribution, um website focado em músicos não-japoneses, com a finalidade de distribuir CDs de artistas estrangeiros em algumas lojas japonesas.

Entre shows na Europa, EUA e México, o BLOOD continua a se apresentar no Japão regularmente, assim como a participar em eventos patrocinados, que geralmente incluem bandas como Suicide Ali e The Candy Spooky Theater.

Em março de 2007 o BLOOD fez quatro shows nos Estados Unidos, como parte de sua turnê Darkest Labyrinth vol.1, além de lançar o álbum LES FLEURS DU MAL no dia 7 de julho. Mais tarde naquele verão, o BLOOD teve a oportunidade de emprestar uma de suas músicas para o filme "Rise: Blood Hunter", também conhecido simplesmente como "BLOOD" no Japão, estrelando Lucy Liu. D.T.M.H foi a música usada como tema do filme.

Em agosto a banda voltou para a Europa para mais uma turnê. Enquanto cinco apresentações haviam sido planejadas, uma delas foi cancelada devido a problemas com a organização.

Em setembro, o BLOOD estreou seu novo conceito, "Symphony of Chaos", com o lançamento de DEAT-HEARTED, um CD que levou a música da banda a uma direção mais gótica e industrial. No final do mês, Kiwamu anunciou que havia se unido à banda barroca electro-industrial GPKISM, juntamente com o vocalista GPK.

Naquele outono, o BLOOD fez mais uma viagem ao México, se apresentando no TNT14. Antes do fim do ano, eles anunciaram sua próxima turnê pelos Estados Unidos, com um anúncio subseqüente de que o DJ SiSeN iria com eles. A turnê, que começou no dia primeiro de fevereiro de 2008, os levou a quatro estados diferentes. Infelizmente, devido a problemas de saúde, Kaede não pôde acompanhá-los. Como convidado, eles levaram Ryo, que logo se tornou seu tecladista oficial.

Em maio, a banda lançou seu quinto álbum, THE REAPER BEHIND ME, que incluiu remixes de Calmando Qual, Virgins O.R. Pidgeons, GPK e outros. O BLOOD passou o início de junho na Austrália, junto com o GPKISM, na turnê Darkest Labyrinth vol.8. Isso marcou a primeira apresentação de uma banda japonesa na Austrália.

Enquanto Kiwamu, como guitarrista do GPKISM, fazia shows nos Estados Unidos e no México mais tarde naquele ano, as atividades do BLOOD fora do Japão foram mínimas até recentemente.

Em novembro de 2008 a banda anunciou que voltaria aos Estados Unidos e México para a turnê BLOOD Final Tour: La Fin De La Journée. GPK e DJ SiSeN seguiriam a banda em sua última turnê antes da separação. Antes dos sete shows, o BLOOD lançou o álbum Lost Sky, no dia 28 de janeiro.

Bem por tudo que pesquisei, a banda anuncio seu fim ano passado, em 2009 e Kiwamu continuou suas atividades com o GPKISM.


Membros



Vocal: Fu-ki

Guitarra & programação: Kiwamu

Baixo: Kaede

Teclado: Ryo



Site Oficial

MySpace

Fonte